Dia 14 – 20 de octubre – Riberão Preto (SP)

por Leandro Conejo/ Isis Maria Minera

Nos subimos a la van los 4 músicos de A Banda de Joseph Torton, un técnico de sonido, 3 Conejos, Isis (quien nos acompañará en la gira dandonos una mano con las cuestiones logísticas y de comunicación) y André, el motorista (chofer). Ya en la ruta todos sentimos que el Tour comenzaba realmente en ese momento, más allá de la importancia de los shows en los festivales Jambolada y Contato, la etapa mas cargada de viajes y conciertos comenzó este miércoles (3sa feira), 7 shows en 7 días en 7 ciudades distintas.

Una hora y media después de haber salido de São Carlos llegamos a la casa de shows “Vila Dionisio de Riberão Preto, un Irish Pub más grande que el Killkeny, escenario (palco) bien grande, buen sonido y un trato muy cordial. Después de hacer el check-in en el hotel, y antes de ir a cenar, pudimos hacer una troca de ideas con la gente del Colectivo Fuligem, nos contaron como funcionan, que acciones estan llevando acabo y las parcerias que estan articulando.

Cerca de las 22 hrs los Tourtons comenzaron su show, y nosotros el primer contacto con el público, que resultó menos cálido que el de São Carlos, con una onda medio “nuevo rico”. Esta vez, también tocamos junto a nuestros amigos de Os Relpis, banda de rock psicodélico de Araraquara, que a pesar de hacerme recordar a Os Mutantes, tienen un show muy divertido y colorido en el que la psicodelia rockera se filtra por las grietas de la musica brasilera.

Versão Brasileira:

Subimos na van 4 músicos d’A Banda de Joseph Tourton , um técnico de som, 3 Coelhos, Isis (que nos acompanhará em turnê dando uma mão com a logística e comunicação) e André, o motorista. E na estrada, todos sentiam que a turnê começava realmente naquele momento, além da importância de shows em festivais como Jambolada e Contato, mas carregada do palco e turnês de concertos começando na quarta-feira (3SA feira), 7 shows em 7 dias em 7 cidades diferentes.

Uma hora e meia depois de deixar São Carlos chegamos à casa de shows “Vila Dionísio” de Ribeirão Preto, um pub irlandês, maior que o Killkeny , grande palco, bom som, tratamento cordial. Após o check-in no hotel, e antes de ir para o jantar, nós pudemos fazer uma grande troca de idéias com a galera do Fuligem, que contou-nos como eles funcionam, quais ações estão ocorrendo e que parcerias estão articulando.

Cerca de 22 horas os Tourtons começam seu show, e nós somos o primeiro contato com o público, que foi menos quente do que São Carlos, com uma meia onda “novo rico”. Desta vez, jogamos também com os nossos amigos do Relpis, banda de rock psicodélico de Araraquara, que, apesar de me recordar os Mutantes, tem um divertimento e espetáculo colorido no rock psicodélico que se infiltra por entre as fendas música brasileira.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s