Em João Pessoa

Por Isis Maria Minera

5h da manhã saimos, tínhamos que estar às 13h em João Pessoa, pra passagem de som do Tourton e almoçar, e Conejos gravaria uma entrevista às 14h pra um programa local. Chegamos adiantados, meia hora, e fomos ao Espaço Mundo, bar do coletivo Mundo, comemos e fomos direto pra Usina Cultural Energisa fazer a prueba de sonido. Aquela rotina já sabida: passagem, hotel, uma hora pra se arrumar, bora pro Festival. Antes, sai com Amadeus pra comprar uns cds e conheci um pouco do Centro Histórico, ouvi histórias e descobri que o Espaço Mundo fica num prédio tombado, lindo, em frente a uma praça muito espaçosa, mas descoberta e desprovida de árvores, com outras casas semelhantes, maiores, de tons amarelados e cheias de detalhes na construção, impossível não se impressionar, é tudo tão lindo e pomposo.

Lá, não dava pra sacar muito bem como era antes, mas agora, a usina parecia construida pra abrigar o Mundo. Exposição de artes plásticas numa sala, sala de imprensa, sala digital, com os vídeos rolando, área descoberta, com bancos, árvores e uma praça de alimentação no lado direito da entrada, com pufes e tenda pra se jogar. Um stand perto do bar, que ficava na entrada do palco principal, a Tenda Música, com lojinhas e a banquinha do Mundo, que fica até feio chamar assim, uma senhora loja de produtos do Fora do Eixo e mais cacarecos. Muito massa.

Paredes decoradas com grafites com desenhos de cangaceiros, instrumentos musicais, nomes entre bancos e pequenos arbustos na entrada da tenda, e o palco. Grande, com instrumentoteca e camarim atrás, já nos depositamos por lá e saíamos pra ver os shows ou buscar algo. Ana Laura e André, que conheci no Congresso, estavam no atendimento foram demais de atenciosos conosco, levando músicos e comidas pra cima e pra baixo, logística sucesso.

Perto das 18h Tourton foi tocar, e foi muito massa. Palcão, cidade com uma vibe muito boa, meia hora de música que pareceu muito mais. O público foi chegando conforme foi rolando o show e terminou com uma galera considerável, vários celulares filmando e elogios diversos.


Enquanto esperávamos Leandro voltar (havia saido com André e não aparecia) nos espalhamos pelo festival, cada um atrás de conhecer, interagir, se entreter, fui à sala de imprensa e encontrei Dudu do Massa, que estava em Manaus e depois foi pra lá pra falar sobre cinema, DF5, Fora do Eixo, e o trabalho nunca parava: mais entrevistas, e corre, grava cd com material, e pega foto. Foi massa demais.

Não sei muito bem se antes ou depois das 19h30 Conejos foi pro palco e já tinha bem mais gente do que no comecinho do festival. E a vibe hipnótica dos últimos dias se deu, muita gente paralisada assistindo, muita gente se mexendo assistindo. Gosto de ver.

Ainda tinha muito Mundo depois do show do Conejos e então com todos alimentados e encaminhados, dei minha volta pelo festival, mas não consegui me desprender e ficava de um lado pro outro procurando os meninos, pra saber de hora de ir embora, espaço na van, essas coisas que se faz quando se acompanha bandas em uma viagem gigante por vários lugares. Quando acabou de verdade, fomos deixar as coisas no hotel e fomos pro Espaço Mundo, onde continuaria a festa. A sinuca mais estranha que já vi, com oito bolas, quatro azuis e quatro vermelhas protagonizou o jogo mais feio da história, com Juan e Rafael Laga, que não conseguiam de jeito nenhum fazê-las cair. Feio mesmo. Cervejas, papo entre bandas, a hora de relaxar um pouco, mesmo com a mente já pensando no próximo dia, Natal estava por vir.

Falsos Conejos no Festival Mundo

A Banda do Joseph Tourton no Festival Mundo

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s